Quando qualquer um - seja aonde for - estender a mão pedindo ajuda...
Quero que a mão de A. A. esteja sempre ali.
E por isto eu sou responsável.

NOSSOS FILHOS

“Pode ser que o alcoólico tenha dificuldades e.m restabelecer relações amigáveis com seus filhos... Com o tempo verão que ele é um homem novo e entenderão a sua maneira. A partir daí, o progresso será rápido. Ótimos resultados frequentemente se seguem depois de uma reconciliação como esta.”

Enquanto no caminho da sobriedade recebi um presente que não poderia comprar. Foi uma carta de meu filho no colégio dizendo. "Pai, você não pode imaginar como estou contente sabendo que tudo esta bem. Feliz Aniversário, eu te amo."

Meu filho já tinha me dito antes que me amava. Tinha sido na festa do Natal anterior, quando ele me disse chorando: "Papai eu te amo! não podes ver o que estás fazendo a você mesmo ?"

Eu não podia. Sufocado pela emoção, eu tinha chorado, mas desta vez, quando recebi a carta de meu filho, minhas lágrimas foram de alegria, não de desespero.

Fonte: Livro “Reflexões Diárias”.


Alcoólicos Anônimos Online – Todos os direitos reservados