"Eu sou responsável....
Quando qualquer um, seja onde for, estender a mão pedindo ajuda, quero que a mão de A.A. esteja sempre ali. E por isto: eu sou responsável."

Precisa de Ajuda?

Precisa de Ajuda?


Você deve procurar A.A.?

Doze perguntas que somente você pode responder.

Só você pode decidir se você quer dar uma chance ao A.A.- se você acha que ele pode ajudar. As perguntas abaixo podem te ajudar a tomar uma decisão.

Nós, que estamos hoje em A.A., viemos porque finalmente desistimos de controlar nossa maneira de beber. Nós ainda detestávamos admitir que nunca poderíamos beber normalmente. Então ouvimos de outros membros de A.A. que estávamos doentes. (Alguns de nós havíamos pensado assim durante anos!) Descobrimos que muitas pessoas apresentavam os mesmos sentimentos de culpa, solidão e desespero que nós tínhamos. Descobrimos que tínhamos estes sentimentos por sermos portadores da doença do alcoolismo.

Decidimos encarar o que o álcool havia feito conosco. Aqui estão algumas perguntas que tentamos responder honestamente. Se respondemos “SIM” para quatro ou mais questões, tínhamos sérios problemas com a nossa maneira de beber. Veja o resultado. Lembre-se, não há nenhuma vergonha em encarar o fato de que você tem um problema.

Responda SIM ou NÃO.

 

1. Já tentou parar de beber por uma semana ou mais, mas só o conseguiu por alguns dias?

Muitos de nós em A.A. fizemos todos os tipos de promessas para nós mesmos e para nossos familiares, mas não pudemos mantê-las. Então, ingressamos em A.A. e nos disseram: "tente não beber hoje". Se não beber hoje, não ficará bêbado hoje.

 

2. Gostaria que as pessoas não se intrometessem na sua vida e parassem de falar o que você deve fazer com relação à bebida?

Em A.A. não dizemos a ninguém o que fazer. Falamos apenas de nosso modo de beber, os problemas que tivemos e como coseguimos parar. Teremos o maior prazer em ajudá-lo se você quiser.

 

3. Já mudou de tipo de bebida na esperança de que isso iria impedi-lo de ficar bêbado?

Tentamos de todas as maneiras. Fizemos nossas bebidas mais fracas. Bebíamos cerveja, ou não bebíamos destilados, ou bebíamos apenas nos finais de semana. Mas se ingeríssemos qualquer bebida que contivesse álcool, geralmente ficávamos bêbados.

 

4. Tomou algum trago pela manhã nos últimos doze meses?

Você precisa de uma bebida para iniciar suas atividades ou para parar de tremer? Este, com certeza, é um sinal que não está bebendo "socialmente".

 

5. Você inveja as pessoas que podem beber sem criar problemas?

Uma hora ou outra, muitos de nós se perguntaram por que não somos como a maioria das pessoas, que podem beber sem criar problemas.

 

6. Você teve problemas relacionados com sua maneira de beber nos últimos doze meses?

Seja honesto! Os médicos dizem que, se quem tem problemas com o álcool continuar bebendo, ele ficará pior – nunca melhor. Eventualmente você morrerá ou terminará seus dias em um sanatório. A única esperança é parar de beber.

 

7. Sua maneira de beber já causou problemas em seu lar?

Antes de chegarmos em A.A., a maioria de nós dizia que as pessoas ou os problemas domésticos é que nos levavam a beber. Não conseguíramos ver que a nossa maneira de beber é que piorava tudo. Beber nunca resolveu problemas.

 

8. Tentou conseguir doses extras de bebida em festas onde as quantidades eram limitadas?

Muitos de nós costumávamos beber antes de chegar a este tipo de festa. Se as bebidas não fossem servidas rapidamente, íamos para algum outro lugar para conseguir mais.

 

9. Você diz a si mesmo que pode parar de beber quando quiser, mesmo sabendo que fica bêbado sem querer?

Muitos de nós acreditávamos que bebíamos porque queríamos. Depois de chegarmos em A.A., descobrimos que, uma vez que começássemos a beber, não conseguíamos parar.

 

10. Faltou ao serviço ou à escola por causa da bebida?

Muitos de nós agora admitimos que justificamos nossas ausências no trabalho ou na escola por estarmos "doentes", ou mentimos, quando na verdade estávamos de ressaca ou bêbados.

 

11. Já teve "apagamentos" durante uma bebedeira?

Temos um "apagamento" quando bebemos por horas ou dias e não conseguimos nos lembrar dos acontecimentos. Quando chegamos em A.A. descobrimos ser este um sinal claro de um problema com a bebida.

 

12. Já pensou que sua vida poderia ser melhor se você não bebesse?

Muitos de nós começamos a beber porque a bebida fazia com que a vida parecesse melhor, ao menos por um momento. Quando ingressamos em A.A., sentíamo-nos sem saída. Bebíamos para viver e vivíamos para beber. Estávamos doentes e cansados de estarmos doentes e cansados.

 

Qual foi a contagem?

Respondeu SIM quatro vezes ou mais? Em caso positivo, é provável que você tenha problemas com o álcool. Porque dizemos isso? Porque milhares de pessoas em A.A. dizem isso há muitos anos. Elas descobriram a verdade a respeito delas - da maneira mais dura.

Mas, como já dissemos, somente você poderá decidir se pensa que A.A. é para você. Tente encarar este assunto com a mente aberta. Se a resposta for SIM, teremos satisfação em mostrar-lhe como conseguimos parar de beber. Entre em contato conosco.

A.A. não promete resolver os problemas de sua vida, mas podemos mostrar-lhe como aprendemos a viver sem a bebida "um dia de cada vez". Nós permanecemos afastados do "primeiro gole". Se não bebermos o primeiro não beberemos o décimo. E, quando nos livramos do álcool, descobrimos que nossas vidas tornaram-se muito mais administráveis.

 

Quer conversar?

Se precisar de ajuda ou se simplesmente quiser falar a respeito da sua maneira de beber, venha participar das nossas reuniões (https://69544529.myownmeeting.net/login?lang=BR); ou envie uma mensagem através de nosso canal Fale Conosco e exponha as suas dúvidas (https://aaonline.com.br/fale-conosco). 

 

Baseado em trechos extraídos dos folhetos Você Deve Procurar o A.A.? e Is A.A. for You? (2018); direitos autorais de Alcoholics Anonymous World Services, Inc.; publicado com permissão.


Navegação Rápida